Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

 

 

 

 

TRINTA MIL SOFREM DE DOENÇA SEM CURA – PARKINSON. (Correio da Manhã de 9/01/2010)

Acabo de ler as páginas 26 e 27 do Correio da Manhã de hoje onde estimam que só em Portugal existem trinta mil doentes que sofrem de Parkinson.

Esta doença que afeta mulheres e homens a partir dos 55 anos é caracterizada por tremor, lentidão de movimentos, rigidez muscular e dificuldades de equilíbrio – é a chamada doença de “movimento” ou como eu a costumo designar “de falta de movimento”

No meu caso, estou diagnosticado com esta doença desde 2002, tinha então 53 anos.

Entretanto criei um blog de Parkinson para ajudar os outros a conhecerem a doença de Parkinson e ao longo de 7 anos tenho recebido testemunhos que não me deixam generalizar, ou seja, existem testemunhos de jovens com pouco mais de 20 anos que já estão diagnosticados com Parkinson. Quero com isto dizer que esta notícia poderia ter como título – que “afeta homens e mulheres essencialmente a partir dos 55 anos”.

Na primeira página existe um testemunho de um companheiro, o Sr. Joaquim Teixeira que carregado de esperança afirma “Dentro de cinco ou 10 anos, vamos ter medicamentos que interferem na evolução da doença”. Bravo companheiro, eu penso da mesma forma!

Depois existe uma entrevista com Helena Machado, Presidente da associação Portuguesa de Doentes de Parkinson que afirma que os doentes quando entram no hospital ficam seis meses à espera da confirmação do diagnóstico. Refere ainda que a unidade de cuidados continuados integrados, é insuficiente, os serviços de saúde não têm equipas suficientes.

Entre a página 25 e 26 está a escala de medida da intensidade que afeta os doentes de Parkinson: a escala HOEHN E YAHR. Eu encontro-me no nível 3 da escala de 5.

Vou terminar a descrição do que li no Correio da Manhã, algo que me deixou muito triste, é como eu já tivesse uma sentença de morte anunciada. Reparem na notícia que se encontra no topo da página 27, em destacado e passo a descrever:

MÉDIA DE VIDA
A ESPERANÇA MÉDIA DE VIDA ATUAL DOS DOENTES DE PARKINSON É DE CERCA DE 15 ANOS APÓS O INÍCIO DOS SINTOMAS.

Querem dizer com isto, no meu caso, que levo já 9 anos de diagnóstico e que me restam 6 anos de esperança média de vida. Como já tinha sintomas anteriores estarei próximo da morte.

São notícias destas que nos deixam afetados. Porém caros companheiros doentes de Parkinson e amigos: não irá ser desta que me irei deixar levar, pois vos digo, tudo farei para continuar a lutar pela esperança. E quando a sentir perder, se ainda assim continuar a escrever a uma mão como hoje o faço – despejarei a minha dor, sem ódio à pouca, sorte nos meus POEMAS DE AMOR E DOR.

Obrigado a todos quantos me têm apoiado e aturado quando a catarse me leva a escrever poemas de muita dor relacionados com esta doença que abrange mais de 4 milhões em todo o mundo.

Rogério Martins Simões

 


TURBULÊNCIA 2006

Rogério Martins Simões


Consciente do contraste que arrasto,

nos piores dias, quando me escondo

entre quatro paredes e me sufocam.

Quem me dera acordar da surdina

das palavras….

Na inconsciente turbulência

dos poemas que deixo de escrever,

que grito, e vão por aí.

Hoje sou eu próprio:

A métrica repetida

dos cantos marginais

e colectivos de dor.

Sou um completo deslize,

fora de tempo,

sem dar tempo

às palavras do coração.

Sou uma vaga de frio

que se enrosca pela manhã

numa tosse compulsiva.

Sou como uma fábrica,

sem chaminés,

encimada, “brada aos céus”…

Quem me dera ter manhãs

luzidias

de oblação e de oferendas…

E de repente,

como que a força que retém

a minha mão esquerda

rompesse a bruma da manhã,

apetece viajar,

subir ao mastro dianteiro

e cobrir a minha face lambida

de sal e mar.

24/02/2006

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20



Notícias sobre: Parkinson

Mal de Parkinson de Antanas Mockus é fator positivo nas pesquisas
O Globo
... nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da Colômbia, Antanas Mockus declarou ser vítima do Mal de Parkinson, doença neurodegenerativa que ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Doença de Parkinson pode ser detectada pela voz
Correio do Brasil
Um mecanismo com base em análise de voz e da articulação da fala está sendo desenvolvido para o diagnóstico da doença de Parkinson, condição degenerativa ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Este é Antanas Mockus
Zero Hora
Mockus mostrou rara ousadia ao reconhecer, em 9 de abril, que sofre do mal de Parkinson. E disparou nas pesquisas, terminando a campanha de primeiro turno ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Deputado Jalser Renier destaca investimento continuado na Saúde e ...
BV News
... que são usados no tratamento de pacientes com esquizofrenia, artrite, câncer, osteoporose, hepatites A e B, epilepsia e mal de Parkinson. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Blogs sobre: Parkinson

Reabilitação Cognitiva » DOENÇA DE PARKINSON: UM GUIA COMPLETO ...
de Ana Katharina Leite
Ouvi falar muito bem desse livro na internet e achei que ele valia um post para a semana: Doença de Parkinson: Um Guia Completo para doentes e familiares. Infelizmente, a versão que achei foi em inglês, mas para quem domina a língua ...
Reabilitação Cognitiva - http://www.reabilitacaocognitiva.org/

Reabilitação Cognitiva » EXPERIÊNCIA DE DANÇA COM GRUPO DE PARKINSON
de Ana Katharina Leite
Os estudantes da Universidade de Illinois têm um jornal na internet que além de trazer notícias sobre a Universidade, divulga iniciativas e pesquisas interessantes, como uma que acontece no Brooklyn com pessoas com doença de Parkinson ...
Reabilitação Cognitiva - http://www.reabilitacaocognitiva.org/

Nome da Doença de Parkinson | Vida de Qualidade
de Bem Estar
A origem da doença de Parkinson vem do nome do médico inglês James Parkinson que pela primeira vez no ano de 1917 referiu os sintomas desta doença ea chamou de paralisia agitante. Esta doença tem uma origem neurológica e características ...
Vida de Qualidade - http://vidadequalidade.org/

Saúde, beleza e um pouco mais...: USP testa maconha para tratar ...
de Thamiris Stefani
Cientistas da USP (Universidade de São Paulo) testam um componente da maconha contra o mal de Parkinson, o cannabidiol, para tratar a psicose que atinge muitos dos doentes. O estudo piloto com seis pessoas que sofrem de Parkinson ...
Saúde, beleza e um pouco mais... - http://falandodesaudeebeleza.blogspot.com/

Parkinson é controlável?: Entrevista com o Neurologista Dr. Cícero ...
de ronsales
Eu já havia comentado em postagens anteriores, quando e como eu descobri que era portador da Síndrome de Parkinson, que meu neurologista disse que a possível causa da minha doença fora relacionada por stress exacerbado e a classificou ...
Parkinson é controlável? - http://ronsales-parkinsoncontrolavel.blogspot.com/

Websites sobre: Parkinson

Gov. Parkinson signs transportation bill | Business News for ...
TOPEKA — Gov. Mark Parkinson on Tuesday signed what he called "one of the most important jobs bills passed in the history of this state."
www.kansas.com/.../gov-parkinson-signs-transportation.html

Parkinson's disease posts - Political Hotsheet - CBS News
Stay up to the minute on the latest news and developments from Washington, from the White House to Congress and everything in-between with the best ...
www.cbsnews.com/8300-503544_162-503544.html?...

Health
The Parkinson's Quilt Project is designed to draw attention to the debilitating brain disease by collecting 2-foot-by-2-foot panels contributed by sufferers ...
www.suntimes.com/health/2319906,FIT-News-PQuilt26.article

Group helps those with Parkinson's live their lives - The News ...
Those affected by Parkinson's disease can find comfort and relief within a ... hosts a support group each month for those diagnosed with Parkinson's, ...
www.news-herald.com/articles/2010/05/24/.../nh2524152.txt

Artist helps others fight Parkinson's | honoluluadvertiser.com ...
Artist Vicki Beck, who is aggressively fighting a personal battle with Parkinson's disease, has a lively and inspiring show up at The Gallery on the Pali, ...
www.honoluluadvertiser.com/.../Artist-helps-others-fight-Parki...

ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON: MÉDICOS E INDUSTRIA
de Badu
Pesquisa do Cremesp analisa valores éticos que permeiam essa relação. Entre os médicos paulistas, 93% ganham brindes e benefícios das empresas farmacêuticas e de equipamentos e 80% recebem visitas de representantes da indústria de ...
ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON - http://associaobrasilparkinson.blogspot.com/

ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON: saude 6 RAZÕES PARA VOCÊ NÃO ADIAR A ...
de Badu
Toda mulher já está cansada de saber que deve ir ao ginecologista, pelo menos, uma vez ao ano. Mas, às vezes, a correria do dia a dia faz com que elas adiem este compromisso. Para que você coloque as desculpas de lado e invista mais em ...
ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON - http://associaobrasilparkinson.blogspot.com/

ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON: É seguro comer alimentos com alto ...
de Badu
Quais as consequências biológicas do uso das nanopartículas? Até que ponto a nanotecnologia aplicada nos alimentos pode prejudicar a saúde? A ciência ainda não sabe como nosso corpo reage às nanopartículas. ...
ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON - http://associaobrasilparkinson.blogspot.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:53


Zumbido...

por romasi, em 22.03.10

ZUMBIDO
Rogério Martins Simões
 
Lá fora,
no colar da escuridão,
percute o vai e vem
das ondas do mar.
 
Mandei calar o vento
e o mar amainou.
Pedi à coruja silêncio
e ela acordou.
Veio o mocho
e acabou por anuir.
Lá fora
a noite nem é de grilos...
e não consigo dormir!
 
Aqui, nos meus ouvidos,
um zumbido ruidoso
corrompe este pacto de silêncio.
Amanhã,
ordenarei ao mar
e ao vento,
ao mocho, à coruja
e ao sino do templo,
para que não deixem silenciar a noite.
 
A minha noite
não é só de grilos...
Espasmos dolorosos pulsam
e não me deixam sossegar.
 
Lisboa, 07-02-2010 22:36:39
(Diálogos da alma com o poeta: diário de um doente de Parkinson)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:08


Introspecção

por romasi, em 20.05.08

 

 

 

 

 

INTROSPECÇÃO

 

Se não conseguires escrever

com as duas mãos,

ainda assim, escreverás com uma;

 

Se tiveres dificuldade em escrever direito,

com uma mão,

escreve com os dedos que te restam;

 

Se te tremerem as mãos

e sentires que te olham,

não te importes!

Só treme quem está vivo.

 

Se não conseguires escrever

Dita os teus reversos

para que alguém

te apare a escrita…

e o néctar dos teus versos.

 

Se mesmo assim

tiveres em dificuldade,

esforça-te:

 grava as palavras

no teu coração

E recorda que já foste poeta

 

Lisboa, 29 de Janeiro de 2008

 

Rogério Martins Simões

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:46


Amanhã estarei melhor...

por romasi, em 30.03.08

 

 

(Óleo sobre tela Real Bordalo)

 

 

No dia 27 de Abril de 2008 consegui, finalmente, escrever um lindo soneto dedicado à minha estrela – Elisabete Sombreireiro Palma, à “ESTRELA MAIS BELA QUE ENCONTREI” e, nesse mesmo dia, agradeci aos céus este facto, marquei uma visita a Barrancos pensando que tinha passado esta difícil fase. Não passou! A dificuldade em escrever é, em cada dia que passa, maior. Tremo, temo! Como é difícil superar os estragos causados por esta doença! Estou a ficar muito cansado…

 

O grito que aqui deixo, sem data, tem hoje mais sentido.

Nestes últimos meses tenho observado em mim o agravamento dos sintomas da Parkinson. É como uma revolta sonâmbula que me tem impedido de escrever poesia; de reviver na esperança, que me deixa em pranto, mas não quer compaixão!

 

Como funcionário público, tudo me é exigido como estivesse bem. Não estou!

Que falta de sensibilidade! Quanta ignorância reina da mente sábia dos que persistem em tratar mal todos os trabalhadores de função pública. Que luta tremenda enfrento, todos os dias pregado a um computador, para dar pareceres técnicos. Afinal, tenho 58 anos de idade e 38 anos de descontos - igual a 18% de penalização. Que descaramento! Que falta de solidariedade e desamor.

Que esperança de vida “à solta” me resta?

 

Desculpem-me este desabafo mas estou a ficar farto. Farto-me de lutar para que não me vá abaixo, para que não desista de lutar pela vida e que vida nos dão estes senhores?

 

Amanhã estarei melhor…

30-03-2008 23:47:49

Sempre,

Rogério Martins Simões

 

 

 

 

Amanhã estarei melhor

Rogério Martins Simões

 

Hoje continua o lastro

do meu estado de alma

do dia de ontem.

Estou envolvido

numa teia que enleia.

Estou como que pregado

a um madeiro

sem pregos ou cordas.

 

Solto uma terrível agonia

e, sem dar conta,

nem vómitos dão a perceber.

 

Sou uma represa invisível

num turbilhão de água

pesarosa.

 

Se ao menos chorasse.

Se ao menos morresse.

 

Sou um ser solitário

acompanhado

com a mulher mais presente

- O amor da minha vida.

 

Será do tempo?

 

Hoje meu corpo

nem o Tejo espreitou!

Sinto-me agarrado a nada,

e nem mesmo a lua

terá saudades em me ver.

 

Este vazio imenso

parece furtar

as palavras do coração.

Parece levar a alma,

que renascia,

quando noite fora partia,

pelo Tejo,

em busca de uma bruma de saudade.

 

Será do Inverno?

 

Não! O Inverno esquivou-se

nas estações esquecidas,

onde nem as carruagens

de terceira classe param.

 

Amanhã estarei melhor!  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59


Sonhos desfeitos!

por romasi, em 19.10.07

 

(Óleo sobre tela Elisabete M. Sombreireiro Palma)

 

(Parabéns Elisabete!

Meu lindo sonho presente e belo - como lindos são os teus quadros.

Desta vez dedico-te um soneto)

 

 

 

Sonhos desfeitos

Rogério Martins Simões

 

O Sol resplandece e a água espuma

As ondas vagueiam e o barco desliza

Sobra no meu peito uma dor bruma

Que se esfuma nas colinas da brisa

 

A minha mão sobressai e já foi calma

O meu papel reproduz o adverso

Deixa escrever o que chora a alma

Acalma, vagueia e ensaia um verso

 

A escrita azul tem uma mancha preta:

Letra miudinha que desenha a caneta.

Do bloco de notas gotejam os defeitos

 

E se não mais encontrar sonho vão…

Fiquem os versos que redigi com a mão

Colorindo sonhos, com sonhos desfeitos

 

 

Lisboa – Tejo – 14 de Agosto de 2007

Concluído em 18 de Outubro de 2007

http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


Elevo o espírito

por romasi, em 04.09.07

 

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma)

 

 

 

Elevo o espírito

Rogério Martins Simões

 

Elevo o espírito! Tenho os olhos perto

Só o pensamento não o sinto tremer…

Entoo, num canto, um canto encoberto

O que a tremura não me deixa fazer.

 

Volto à poesia na catarse que liberto

Chegaste, assim, ao impasse quefazer?

Desdobro e retomo o amanhã incerto

Faço de conta que se vive sem viver?

 

Aperto as minhas mãos para as libertar

Vejo-as estremecer! Já não sabem parar

Salva-me poesia, não me deixe ficar mal.

 

Volta poesia, pois de chorar tudo chorei.

Volta! Que na dor, pela dor não morrerei

Quanta melancolia têm estes olhos de sal!

 

Meco, 09-07-2007 20:03

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


Piso a areia da praia

por romasi, em 24.08.07

 

 

 

Piso a areia da praia

Rogério Martins Simões

 

Piso a areia da praia!

Que peso pesam os pés!

Parecem mesmo uma raia

Presa nas marés.

 

Transporto a toalha

Levo comigo o jornal

Lembro-me de jogar a malha

Levo a dor no bornal

 

Piso a areia da praia!

Vou pela borda da água.

Onda amena que se espraia

Leva contigo a minha mágoa...

 

Queria de novo ter saúde

Seria novamente tão feliz

Tremer não é virtude

Tremer eu nunca quis

 

Deito-me!

Penso!

Mesmo deitado no chão

- Mulher! Porque me aturas?!

Não te queria dar razão

Mas és tu que me seguras!

 

Como esta areia brilhante

A que a praia chamou de sua

Areia que da praia és amante

Oh mar salgado a praia é tua!

 

Um perfume paira no ar…

A vida a Deus pertence

O sol quente esconde a lua…

A maresia não veio para ficar...

A Parkinson não me vence

Vou continuar a lutar!

 

Piso a areia da praia

A maresia sofre um revés

A areia parece cambraia

Sacudo a raia dos pés…

 

30-09-2004 21:00:13

Aldeia do Meco

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:33


Preciso de paz! Necessito de luz

por romasi, em 03.05.07

 

(Óleo sobre tela – 2007-

Elisabete M. Sombreireiro Palma)

 

 

Preciso de paz! Necessito de Luz

(Rogério Martins Simões)

 

Carrego as minhas emoções,

Sou lembrança e pensamento.

Como distinguir o indistinto

Se tudo não parece mudar

 

Confundem-me as emoções!

Bebo em cada momento,

A bebedeira que não sinto

Tombo! O meu corpo vai tombar!

 

Pouco importa que eu chore

Se meu o choro já não chora!

 

Decerto que a lua fugiu…

pois toda a noite se fez breu.

Ando por aí sem rumo,

cegueira virtual

que me conduz ao abismo.

 

Foi de propósito!

Conhecem o meu gosto pelo

Luar…

Acabo por passar

por uma fase da lua à

cintura…

 

Preciso de luz!

Necessito de paz!

 

Conduziram a estrela

da noite

ao hospício

Amarraram-na

num colete-de-forças.

 

Não forces o teu sorriso!

Se não te avisto…

Visto um disfarce

para libertar os prisioneiros…

 

Rastejo barata pelas

paredes

Medeio um conflito

entre loucos…

Preciso de luz!

Necessito de paz!

 

Certo que a lua não

fugiu,

de mim, sem eu…

Meu rumo é sofrer,

vendo, no real, este enorme

cinismo.

Roubaram o que me resta

do verbo amar

Acabo por cegar

e ainda, assim,

enxergo a amargura!

 

Lisboa, 3 de Maio de 2007

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

A coragem não falta aos grandes homens!

Todos temos de lutar e tentar viver um dia de cada vez - o melhor possível.

Rogério

 

ESPERANÇA

Rogério Simões

 

Entrelaço os meus dedos nos teus

Vivas ilusões, ténues lembranças

Foram inatingíveis os versos meus

Outono breve, poucas esperanças

 

Ateámos o fogo nas estrelas dos céus

Mapeávamos nossos corpos de danças,

Encontros e desencontros, não são réus

Presos não estamos, procuro mudanças

 

Agora, adorno enigmas, bordados de cruz

Cintilam horizontes de esperança e luz

Meu fogo arde no mais puro cristal

 

E se na alquimia busco a perfeição

Respondo às interrogações do coração

Descubro no amor a pedra filosofal.

 

Lisboa, 02-10-2006 23:58

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:27



O MEU LIVRO DE POESIA






DESTINO OU CORAGEM



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Mais sobre mim

foto do autor