Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Preciso de paz! Necessito de luz

por romasi, em 03.05.07

 

(Óleo sobre tela – 2007-

Elisabete M. Sombreireiro Palma)

 

 

Preciso de paz! Necessito de Luz

(Rogério Martins Simões)

 

Carrego as minhas emoções,

Sou lembrança e pensamento.

Como distinguir o indistinto

Se tudo não parece mudar

 

Confundem-me as emoções!

Bebo em cada momento,

A bebedeira que não sinto

Tombo! O meu corpo vai tombar!

 

Pouco importa que eu chore

Se meu o choro já não chora!

 

Decerto que a lua fugiu…

pois toda a noite se fez breu.

Ando por aí sem rumo,

cegueira virtual

que me conduz ao abismo.

 

Foi de propósito!

Conhecem o meu gosto pelo

Luar…

Acabo por passar

por uma fase da lua à

cintura…

 

Preciso de luz!

Necessito de paz!

 

Conduziram a estrela

da noite

ao hospício

Amarraram-na

num colete-de-forças.

 

Não forces o teu sorriso!

Se não te avisto…

Visto um disfarce

para libertar os prisioneiros…

 

Rastejo barata pelas

paredes

Medeio um conflito

entre loucos…

Preciso de luz!

Necessito de paz!

 

Certo que a lua não

fugiu,

de mim, sem eu…

Meu rumo é sofrer,

vendo, no real, este enorme

cinismo.

Roubaram o que me resta

do verbo amar

Acabo por cegar

e ainda, assim,

enxergo a amargura!

 

Lisboa, 3 de Maio de 2007

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53




O MEU LIVRO DE POESIA