Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não sei como estar...

por romasi, em 21.05.12

NÃO SEI COMO ESTAR

Rogério Martins Simões

 

Não sei como estar:

Se do lado de dentro?

Se do lado de fora?

 

Sou o meu universo palpável:

A terra lateja

e o meu corpo pulsa.

 

Dentro de mim,

Uma dor física igual às alterações do tempo.

Hoje todo o meu corpo me dói

e nem posição encontro para estar.

 

Estive lá fora,

Onde não estou,

De onde me escondo

Para que não me vejam.

 

Percorri uns quantos metros:

A distância que me separa entre parar

À espera do fim…

Parece que não deram por mim…

Quem haveria de dar?

 

Estou agora na parte de dentro

Tenho por perto o mar.

Ontem soltei um rio…

Que me deixou à mercê de desaguar

No que aqui me traz:

Quantos rasgos de génio,

ou de coragem,

adoçam o sofrimento?

 

As minhas dores parecem abrandar.

Abro a boca!

Tenho sono!

Quero de paz!

Meco, 31/08/10 16:57:19

(Diário de um doente de Parkinson)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36



O MEU LIVRO DE POESIA