Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CHORO DE DOR!

por romasi, em 18.03.09

 

 

 

CHORO DE DOR!
Rogério Martins Simões
 
Tenho um remo sem timoneiro.
Grudo a vida nas minhas preces.
Para que serve o meu veleiro?
Se, sem beber, ando aos esses.
 
Entorno a sopa no cancioneiro…
Colo versos e não os mereces.
Molho a pena no meu tinteiro:
Sonetos que na tristeza teces!
 
Treme a perna! Treme a mão!
Treme a mesa! Treme o chão!
Prendo versos no meu olhar.
 
Paro de tremer para a escutar:
- Coração, não tem mal de amor!
Vai borboleta! Choro de dor!
 
Lisboa, 17-03-2009 23:17:27
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:54


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




OS MEUS LIVROS DE POESIA