Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mas o céu pode esperar...

por romasi, em 24.01.05

O CÉU PODE ESPERAR...

Rogério Simões 

Com a delicadeza de Tua mão

Nas Tuas mãos

Com a mão na minha consciência

Consciente dos meus actos

Parcos e isolados

Eu me denuncio

Eu me fortaleço

E cresço

Eu me alindo

E deslindo...

Quem me dera ser

Um pedaço de céu!

Mas o céu pode esperar...

 

Espera!

Devolve-me o meu sorriso

 

Toca-me ao menos ao de leve

No meu movimento, no rosto

E leva para longe

Esta incerteza...

Este meu desgosto!

 

Vem!

Sopra sobre mim!

 

Pesadas estão as minhas mãos

Que não desarmam

Baralham-se

Confundem-se

Desalinham-se

Desarticulam-se

Que se cuide a natureza

Que me deu este estar

Pois a irei combater

Para ser

E o céu pode esperar

 

Que Te importa que continue

Qual o mal que isso Te trás?

Traz-me vivo na esperança

Eis a Tua fortaleza

Que aliada à minha fraqueza

Me renova

E cresço

Eu me alindo

E deslindo

Quem me dera ser

Quem sempre quis ser

O céu pode ir indo

Indo para onde quiser

Que espere, pois não estou preparado!

 

Coloca Tuas mãos nos meus cabelos

E deixa-me de novo sorrir

Rogério Simões

24-01-2005

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:05


1 comentário

De Paulo Nuno a 16.02.2005 às 09:49

Aí está uma boa maneira de divulgar a nossa associação, principalmente nesta fase em que está a ser criada uma associação de doentes de pessoas com epilepsia.
Visita o meu blog e faz comentários.
Nesta coisa de blogs sou um principiante mas todos juntos poderemos tornar a futura associação numa associação forte que lutará pelos direitos e interesses das pessoas com epilepsia.
Em portugal somos cerca de 50 000 e queremos ser vistos como meros cidadãos, não pedimos tratamento especial apenas pedimos a não descriminação.
visita epilepsia.blogs.sapo.pt

Comentar post




O MEU LIVRO DE POESIA